Ta Shemá

ReleaseFaixasOnde encontrar

Release

Álbum baseado no formato inicial de voz e violão em que foram filtradas 13 faixas de algumas dezenas de inéditas, para serem oferecidas para a livre leitura de um grupo dos nossos melhores arranjadores e de distintos estilos Lincoln Olivetti, Jacques Morelembaum, Dori Caymmi, Luiz Brasil e André Mehmari, algo como Marcos Valle fez em Mustang Cor de Sangue, de 1969. A faixa de abertura e título é uma expressão judaica (tradição abordada anteriormente no cd Grandeza) para “.vem ouvir”, e que atraiu a atenção dos performers John Pizzarelli e Jessica Molaskey, em seu programa Radio DeLuxe e do Festival das Águas de Berlim (2010). Poesia e Prosa é mais uma parceria com Danilo Caymmi, dessa vez também com Antonio Candido de Mello e Souza, e cita, no violão e na letra, o estado de Minas Gerais, assim como a faixa Mineira, de notável concisão lírica. Esse mapeamento que procura agregar a diversidade brasileira é a herança cultural da heroica gravadora Marcus Pereira (e esta de Mario de Andrade). Este trabalho continua gerando interesse, como o do duo do guitarrista Howard Alden e da cantora de jazz Jeanne Gies, que fizeram versões para o inglês (ainda em produção em 2015).

Faixas

1. Ta shemá - (Manu Lafer)
2. Conchas Abertas - (Manu Lafer com Alexandre Barbosa de Souza)
3. Mineira - (Manu Lafer)
4. Poesia e Prosa - (Manu Lafer com Danilo Caymmi e Antonio Candido de Mello e Souza)
5. Da Janela - (Manu Lafer)
6. Versão Fiel - (Manu Lafer com Luiz Tatit)
7. Quem Traduz - (Manu Lafer com Guile Wisnik)
8. Grande ABC - (Manu Lafer)
9. Céu - (Manu Lafer)
10. Catraca - (Manu Lafer)
11. Elevador - (Manu Lafer)
12. Cristo Nasceu na Bahia - (Sebastião Cirino e Duque (Antonio Lopes de Amorim Diniz)
13. Vamos a La Cama - (Antonio Areta, Máximo Baratas, Santiago Moro e Modesto Rebollo)
   |   Tratore   |   Amazon   |   Deezer   |   Play-Store   |   ITunes   |   Spotify   |   EMusic   |